NOTÍCIAS
30 DE DEZEMBRO

A EGF associou-se pelo segundo ano à campanha de Inverno da Green City Makers, que promove a reciclagem de árvores de Natal naturais para reciclar e, desta forma, dar um presente de Natal à Natureza.

Esta campanha vai decorrer entre os dias 10 e 16 de janeiro de 2022 em vários pontos do país, disponíveis para consulta em https://greencitymakers.com/campanha-inverno.

 

A campanha irá decorrer em vários pontos do país e conta com a colaboração de várias entidades, entre as quais a EGF. Os cidadãos que residam nos municípios das áreas de abrangência da Algar, podem fazer a sua deposição nos locais e horários definidos, consulte a disponibilidade na tabela abaixo.

 

As Árvores de Natal naturais, que devem ser entregues sem enfeites e sem vasos, serão posteriormente processadas e transformadas em corretivos orgânicos, contribuindo assim para a melhoria dos solos do país. Uma parte do composto resultante das árvores entregues será doado a projetos de educação ambiental e à Green City Makers para a plantação de pequenos bosques.

 

Todas as famílias que usam a App Recycle Bingo e que entreguem a sua árvore de Natal natural nos ecocentros ou nos locais identificados das empresas do Grupo EGF, receberão ainda pontos adicionais no jogo que dá prémios a quem recicla e que podem transformar em prémios.

 

A Linha da Reciclagem, um serviço de atendimento do Grupo EGF, estará disponível para dar mais informações sobre esta campanha.

 

CONTACTOS LINHA DA RECICLAGEM

Telefone Gratuito: 800 911 400

Email: atendimento@linhadareciclagem.pt

Website: www.linhadareciclagem.pt

 

Consulte a tabela e conheça os horários e locais onde pode deixar a sua árvore de natal natural para reciclar.

 

23/12/2021

A Algar está a implementar um projeto piloto nos concelhos de Loulé (Santa Catarina e Goncinha), Lagos (Montinhos da Luz) e Faro (Quinta do Eucalipto e Gambelas), de recolha de resíduos recicláveis porta-a-porta, designado por RECICLA+, estimando-se a distribuição de 4.450 contentores.

 

O projeto RECICLA+, destinado à recolha de resíduos urbanos, fluxo doméstico, de embalagem dos seguintes materiais: papel/cartão, plástico/metal e vidro, arrancou no quarto trimestre deste ano com a divulgação da campanha.

 

Para tal, estão a ser distribuídos três contentores, por habitação, com tampas de cores diferentes, que as famílias deverão colocar à porta da sua casa, para que os resíduos sejam recolhidos em dias específicos para cada fluxo.

 

O projeto iniciou em zonas maioritariamente compostas por moradias unifamiliares. A iniciativa conta com a realização de ações de informação, sensibilização e distribuição dos contentores para a reciclagem junto de cada um dos cerca de 1.500 fogos habitacionais potencialmente abrangidos.

 

Para garantir uma melhor eficácia na qualidade do aproveitamento dos resíduos, estes serão colocados, sem sacos, diretamente nos contentores. Se forem detetados resíduos incorretamente colocados nos baldes, a sua recolha não será realizada e o cidadão será informado do respetivo motivo, através de um autocolante colado no contentor.

 

Cada contentor está associado a um alojamento, através da numeração dos equipamentos, que no futuro permitirá medir a quantidade de resíduos seletivos produzidos e, eventualmente, poderá traduzir-se em poupança na fatura, premiando aqueles que melhor fazem a gestão dos seus resíduos.

 

O projeto contemplou a aquisição de 4 viaturas para a recolha seletiva e de 4.450 contentores para a deposição dos resíduos de embalagem, sendo apoiado por fundos da União Europeia. O investimento total elegível de 384.360 euros é cofinanciado em 85% pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR) no âmbito do Portugal 2020, através do Fundo de Coesão.

A Algar adianta que o Projeto RECICLA+ será monitorizado, em permanência, nos três concelhos.

 

A campanha RECICLA+ tem ainda o apoio da Sociedade Ponto Verde, no âmbito da sensibilização da população, através do financiamento em 80%, de 45.060 euros, o que perfaz 36.048 euros.

 

O objetivo desta ação é aumentar a percentagem de embalagens recicladas, contribuindo para alcançar as metas de valorização de resíduos de embalagem, determinadas pela União Europeia e diminuir a quantidade de resíduos urbanos depositados em aterro.

 

Nos locais onde estão a ser distribuídos os contentores porta-a-porta, vão deixar de estar disponíveis os ecopontos comunitários, que serão relocalizados, no respetivo concelho, em locais previamente acordados, entre os respetivos Municípios e a Algar.

 

   

 

 

10/12/2021

A Algar e o Nutriverde  desejam as Boas Festas cumprindo uma tradição com que já habituou os algarvios. Em todas as instalações da empresa há plantas hortícolas para oferecer aos clientes, juntamente com amostras do seu composto orgânico, o Nutriverde, ideal para este tipo de culturas.

 

Para ter acesso a esta oferta, basta deslocar-se a uma das instalações da empresa, a partir do dia 13 de dezembro (www.algar.com.pt) e entregar um saco com resíduos de embalagens recicláveis (papel/cartão, plástico/metal e vidro) em troca do composto e das verduras (limitado ao stock existente).

 

 

 

 

 

Plantar hortícolas é uma das propostas da Algar. Nesse sentido, convidamos todos os algarvios a criar a sua própria horta, uma tradição da empresa que tem mais de uma década, e que se cumpre todos os anos por esta altura. Para além de ser um excelente passatempo, traz vantagens económicas ao proporcionar hortícolas mais baratas e saborosas, com a imprescindível ajuda do NUTRIVERDE, composto 100% natural, que garante melhores produções agrícolas.

 

O Nutriverde é obtido, exclusivamente, a partir da valorização e tratamento de resíduos verdes provenientes de parques, jardins, terrenos de golfe e atividades agrícolas, através de um processo biológico designado por compostagem. A produção deste composto permite à Algar, anualmente, valorizar cerca de 15 mil toneladas destes resíduos, evitando a sua deposição em aterro.

 

O composto orgânico da Algar lado a lado com a Agricultura

A excelente qualidade do NUTRIVERDE promove maiores e melhores produções em culturas agrícolas.

 

O Nutriverde é produzido e comercializado pela Algar, ideal para ser usado como fertilizante orgânico e/ou substrato, uma vez que, para além de não ser agressivo ou poluente para a natureza, o Nutriverde traz inúmeros benefícios ao solo devolvendo-lhe a matéria orgânica absorvida pelas plantas, fechando assim o ciclo natural. Deste modo, consegue-se o combate à erosão dos solos e melhorar as suas propriedades físicas, químicas e biológicas.

 

O NUTRIVERDE pode ser adquirido nas instalações da Algar, durante o horário de funcionamento das mesmas. A empresa tem 3 Unidades de Compostagem de Verdes em funcionamento, nos concelhos de: Portimão, São Brás de Alportel e Tavira. As entregas do NUTRIVERDE podem ser efetuadas pela Algar, mediante condições a acertar com o cliente.

 

Atualmente a venda do Nutriverde  e do NUTRIVERDE PREMIUM é efetuada a granel e em big bag (embalagem com cerca de 800 kg). Para saber mais sobre o Nutriverde consulte o site www.algar.com.pt.

 

 

451
HABITANTES
MIL
16
MUNICÍPIOS
14
INSTALAÇÕES
8,4
RESÍDUOS TRATADOS E VALORIZADOS
MILHÕES TONELADAS
499
RESÍDUOS RECICLADOS
MIL TONELADAS
42
CORRETIVOS ORGÂNICOS PRODUZIDOS
MIL TONELADAS
121
ENERGIA PRODUZIDA
GWH/ANO
RECYCLE BINGO O JOGO QUE DÁ PRÉMIOS A QUEM RECICLA
Ecopontos e Ecocentros Reciclar Sempre, Tudo e em Todo o Lado
6,2 Milhões
Habitantes abrangidos