22/11/2018

A Algar, S.A., está a investir continuamente no âmbito do Plano Operacional da Atividade da Recolha Seletiva, com o objetivo de melhorar a qualidade do serviço prestado à população e visitantes da região. A empresa está a reforçar o número de ecopontos em locais de maior concentração populacional.

 

 

Numa primeira fase, até final do 1º semestre deste ano, instalaram-se 400 novos equipamentos, tendo-se já iniciado a segunda fase de colocação de mais 381 novos ecopontos distribuídos por toda a região, que ficará concluída até final deste ano. Após a execução deste reforço, a população Algarvia irá beneficiar de um aumento na capacidade de contentorização, correspondente a cerca de 30%, face ao número de contentores disponibilizados para a deposição seletiva.

 

 

Além disso aumentámos a capacidade de deposição de 355 ecopontos já existentes, uma vez que nestes locais de grande produção de embalagens procedemos à colocação de contentores de maiores dimensões. Com a instalação dos 781 novos equipamentos e a implementação destas medidas, os 16 Municípios do Algarve vão poder contar com uma rede de cerca de 3500 ecopontos, o que se traduz no rácio de um ecoponto por cada 126 habitantes.

 

 

Paralelamente a empresa está a proceder à aquisição de sete novas viaturas para a Recolha Seletiva e recentemente reforçou o seu quadro de trabalhadores, integrando mais 6 novos colaboradores para a área de recolha e triagem de embalagens recicláveis, de forma a dar resposta à produção de resíduos de embalagens que se processam nas suas instalações.

 

A Algar está ainda a investir na recolha seletiva dos resíduos provenientes do setor do comércio e serviços, promovendo a campanha de sensibilização “Comércio a Reciclar” em mais de 2200 estabelecimentos comerciais, no âmbito do seu projeto “Algarlinha”.