A ALGAR melhora a qualidade do serviço

A ALGAR, S.A., empresa certificada e responsável pela valorização e tratamento de resíduos sólidos no Algarve, faz investimento de 1 415 mil EUR (um milhão, quatrocentos e quinze mil euros) na aquisição de ecopontos. Trata-se de um projeto muito significativo para a região, cofinanciado pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão.

 

Segundo a Administradora Executiva da empresa Telma Robim «A Algar com este projeto está a melhorar o serviço prestado. A intervenção vai chegar a locais ainda não abrangidos, aumentando a capacidade de armazenamento dos resíduos recicláveis, a acessibilidade à recolha seletiva e a qualidade ambiental da vida das pessoas.»

 

A empresa adquiriu 781 ecopontos que está a permitir um crescimento de 7 827m3 na capacidade de deposição, o correspondente a um aumento de cerca de 30% no número de contentores disponibilizados à população algarvia.

 

A acessibilidade aos novos equipamentos tem vindo a ser realizada em colaboração com os Municípios, de forma faseada em todos os concelhos da região, em locais onde se verifica uma maior produção de embalagens.

 

Com a instalação destes equipamentos, os 16 municípios do Algarve vão poder contar com uma rede de cerca de 3 500 ecopontos, o que se traduz no rácio de um ecoponto por cada 126 habitantes. «O Algarve tem cada vez mais população flutuante e na Algar estamos a dar resposta às necessidades dos cidadãos, no serviço da recolha seletiva. A ALGAR dispõe ainda de um sistema informático que permite fazer o registo e cálculo dos locais de maior produção de recicláveis, garantido dessa forma uma melhor gestão e a recolha atempada dos materiais depositados nestes equipamentos.» diz Telma Robim

 

O processo de reciclagem associado a uma correta separação, deposição e recolha de resíduos,   apresenta-se como um procedimento indispensável a nível ambiental, na medida em que contribui para a redução do consumo de matérias-primas, água e energia, assim como para a diminuição da poluição e da quantidade de resíduos a depositar em aterro sanitário.

 

Sabia que em 2017, a ALGAR ao encaminhar para reciclagem:

  • 601 toneladas de papel/cartão, colaborou para manter vivas 189.015 árvores?
  • 295 toneladas de PET, contribuiu para a produção de fibra suficiente destinada à confeção de 1.593.846 camisolas polares?
  • 039 toneladas de vidro, contribuiu para o fabrico de 37.597.500 novas garrafas de vidro?

 Lembre-se que nos ecopontos apenas se deve colocar resíduos de embalagem. No contentor Amarelo - as embalagens de plástico, metal e cartão para alimentos líquidos, no contentor Verde – as embalagens de vidro e no contentor Azul – papel escrita e embalagens de papel e cartão. O seu ecoponto está a contar consigo!